Catarata

Catarata

Doença crônica cujo principal sintoma é a visão embaçada. Na maioria dos casos, desenvolve-se lentamente. Quando interfere nas atividades do indivíduo, o cristalino embaçado pode ser substituído por lentes artificiais transparentes.

A Facoemulsificação com implante de lente intra-ocular é um pequeno procedimento cirúrgico realizado para remover a catarata.

Como é feita a cirurgia de catarata?

É feita uma pequena incisão na esclera ou na córnea afetada e, com o auxílio do ultrassom, o cristalino doente é fracionado em micropartículas e aspirado. A anestesia local é aplicada com colírios e sedação.

Para compensar a remoção do cristalino, é implantada uma lente intra-ocular definitiva. Essa lente possibilita que o paciente enxergue com mais nitidez, sem forçar a visão. O procedimento dura cerca de 15 minutos apenas, e o paciente pode ir embora no mesmo dia.

Qual o tempo de recuperação?

O tempo médio de recuperação dura de 1 dia a uma semana, utilizando a técnica da Facoemulsificação. Durante esse período, o paciente pode sentir sensibilidade à luz e um leve incômodo.

Qual o resultado da cirurgia?

Com esse procedimento, a catarata é removida definitivamente, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente.

A catarata é a segunda maior causa de cegueira no mundo, depois do glaucoma, segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS, e aparece com mais frequência a partir dos 60 anos de idade.
Ocorre a transformação do cristalino, deixando-o opaco e ofuscado — como se a pessoa enxergasse por um “vidro embaçado”.
Principais sintomas: visão nublada e/ou duplicada, e excesso de brilho (sensação de estar em contato direto com o sol ou lâmpadas). Sabe aquela sensação de um ponto de luz muito desfocado? Como piora ao ver um farol de carro à noite, dificuldade para ler, caminhar ou esbarrar em objetos próximos — mesmo em pacientes que já usam óculos ou lentes de contato.
A catarata pode levar à cegueira? Sim, porém é a cegueira reversível. Isto é, o prejuízo provocado pela catarata será reversível após a cirurgia.
Tem cura? Sim. A catarata pode ser removida completamente por meio de cirurgia. O procedimento é rápido, indolor (com anestesia local), e com altas taxas de sucesso.
Tratamento: O tratamento consiste na remoção do cristalino danificado pela catarata, e substituição por uma lente intraocular permanente. A catarata não irá voltar, e o paciente terá de volta a sua visão normal e poderá restabelecer a sua qualidade de vida.